13 August, 2020

O Orçamento de 2020 prevê R$ 2,7 bilhões para a manutenção do programa habitacional

O Minha Casa Minha Vida é o principal programa habitacional de nosso país, também sido reconhecimento mundialmente como um dos maiores programas habitacionais do mundo. Ele já existe há muitos anos e permitiu que centenas de brasileiros conquistassem a casa própria com condições mais acessíveis, contribuindo diretamente para a diminuição do déficit habitacional do país.

Infelizmente, nos últimos anos, o governo federal vem passando por dificuldades o que resulta na diminuição da verba disponível para esse tipo de programa. O Minha Casa Minha Vida continua existindo, mas com recursos mais limitados e, dessa forma, beneficiando um número menor de famílias. Ainda há a reforma do programa em discussão e que o torna estagnado, sem poder ir muito à frente. Tudo isso e muito mais você será capaz de conferir a seguir!

Orçamento do MCMV para 2020

Todos os anos o governo federal divulga qual o orçamento esperado para suas iniciativas e programas. Essa verba sempre é destinada para a manutenção dos programas e para permitir que eles continuem sendo realizados e beneficiando seu público-alvo.

Para 2020, o orçamento do Minha Casa Minha Vida prevê em torno de R$2,7 bilhões voltados para arcar principalmente com os gastos da faixa 1. Apesar de ser um valor alto, ainda não é suficiente para liberar as pendências do programa. Dessa forma, há uma grande preocupação de que o programa novamente fique parado por falta de dinheiro.

Ainda não se sabe exatamente como serão os próximos capítulos do Minha Casa Minha Vida, mas algumas famílias podem acabar recebendo as moradias que ainda estão em construção, enquanto outros que tiveram o financiamento aprovado podem finalmente dar início às obras da casa própria.

Expectativas para o MCMV em 2020

Muito tem se falado sobre as possíveis mudanças para o Minha Casa Minha Vida e a mudança também de seu nome, o que pode acontecer. No entanto, o ministro Marinho afirmou que não há como criar um novo programa do zero. Além disso, falou também sobre garantir que o processo de consulta continue sendo realizado com a sociedade civil, com foco na construção civil.

A construção civil se trata de um setor extremamente importante para a economia brasileira, pois é responsável por gerar milhares de empregos ao longo do ano. Dessa forma, tudo indica que o setor ainda continuará sendo muito usado por meio do Minha Casa Minha Vida, permitindo que centenas de construtoras sejam as responsáveis pela construção dos conjuntos habitacionais, gerando assim empregos em todo o país.

Como está o Minha Casa Minha Vida atualmente

O Minha Casa Minha Vida se encontra estagnado. Mesmo com a verba que está prevista, talvez o programa ainda precise ficar parado, isso é, sem novas contratações de moradias. Desde o ano passado o programa se encontra nessa situação, e outro motivo que incentivou essa parada é a necessidade de realizar mudanças no formato do programa para evitar as fraudes e poder beneficiar ainda mais os brasileiros.

Algumas obras estão paradas e indivíduos que tiveram seus financiamentos aprovados, ainda não receberam o dinheiro para dar início a construção de seus imóveis.

Não é possível saber até quando a situação continuará dessa forma, mas o governo federal deseja entregar o quanto antes os conjuntos habitacionais que ainda estão em construção. A Caixa e as construtoras também não estão mais recebendo verba do governo para as moradias da faixa 1 de renda, por isso as famílias que se enquadram nessa faixa estão, no momento, impossibilitadas de participar do programa.

Ainda é possível participar do programa?

Apesar de tudo, ainda é possível participar do programa, só não podemos afirmar que tudo será realizado na mesma velocidade que antigamente. As famílias da faixa 1, por exemplo, ainda podem se cadastrar na prefeitura, mas não há previsão de quando um novo processo seletivo será realizado.

As famílias que se encaixam nas demais faixas de renda, podem escolher um imóvel junto da construtora ou imobiliária e iniciar a contratação do financiamento diretamente na instituição financeira. Todos os processos podem demorar mais do que o normal, mas você deve tirar todas suas dúvidas juntamente da instituição financeira para ficar a par de tudo que pode acontecer.

Veja os requisitos que devem ser cumpridos

Para poder participar do programa é necessário atender alguns requisitos. Esses requisitos servem para garantir que somente as famílias que realmente precisam sejam beneficiadas pelo programa. As famílias da faixa 1, por exemplo, são as que recebem as moradias prontas do programa. Para participar é preciso ter uma renda mensal de até R$1,8 mil, não ter nenhum imóvel em seu nome e a família deve estar cadastrada no CadÚnico do governo federal que serve para monitorar famílias nessa situação.

As demais faixas consistem em famílias com renda superior a R$1,8 mil por mês. Na faixa 1,5, a renda familiar mensal deve ser de até R$2,6 mil. Na faixa 2, esse limite sobe para R$4 mil, enquanto que na faixa 3, para R$7 mil. Essas famílias também não podem ter nenhum imóvel registrado em seu nome e devem fazer a contratação diretamente na construtora, na imobiliária ou com a instituição financeira.

O que esperar do MCMV nos próximos anos

Muitos estão com medo que o programa acabe, mas tudo indica que isso não irá acontecer. Há grandes chances, no entanto, do programa passar por muitas mudanças e ser totalmente reformulado, ganhando até mesmo um novo nome. Os brasileiros devem esperar um programa um pouco mais rigoroso com o intuito de evitar as fraudes que tendem a acontecer, e voltado para atender a população ao mesmo tempo que impulsiona a renda familiar, disponibilizando novas oportunidades de emprego.

Ainda esse ano deveremos ter mais novidades sobre a reforma do programa e com isso será possível ter uma melhor noção sobre o que irá mudar, como participar, quais requisitos deverão ser cumpridos e muito mais. Por isso, fique de olho nos jornais e também na internet para poder acompanhar tudo que sair sobre o MCMV.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *